Business coaching

Como criar times autônomos e de alta performance ?

times autonomos - alta performance

O impacto da aplicação da tecnologia no negócio da empresa gera um diferencial competitivo percebido pelo cliente que muda a dinâmica da indústria, de forma disruptiva, remodelando as relações e transações comerciais que acontecem entre o "ecossistema" formado por clientes, parceiros e fornecedores. 

Utilizando a tecnologia como instrumento de transformação digital, as inovações são lideradas por profissionais curiosos e apaixonados pelo que fazem e que perceberam que a formação acadêmica e a rotina repetitiva do dia a dia não são suficientes e, portanto, criaram novos hábitos de aprendizagem continuada que permitem estar sempre um passo a frente de seus pares.  

O verdadeiro líder é aquele que influencia seus liderados pelo compartilhamento do conhecimento e, como resultado, cria um time engajado e de alta performance! Essa é a característica singular do profissional e líder, que a empresa através do RH, deverá reter e investir por representar seu patrimônio mais valioso. Os desafios, incertezas, complexidades e vulnerabilidades dos mercados exigem profissionais com “skill” compatível com os desafios descritos pelo planejamento estratégico da empresa.  

A conquista da autonomia vem do conhecimento que chancela a liderança. O verdadeiro líder é aquele que influencia seus liderados pelo compartilhamento do conhecimento. Como resultado, cria um time engajado e de alta performance !  

O papel do CEO é manter uma organização ágil, autônoma e de alta performance e com foco nos resultados. Deverá observar com atenção e eliminar com rapidez os “containers" promovidos por processos rígidos geralmente impostos por gestores desatualizados e preguiçosos. O CEO em parceria com um RH sênior e bem preparado deverá também cultivar um ambiente construtivo: a sinergia promovida pela diversidade do conhecimento deverá formar o capital humano, e, pelos valores da empresa, criará o capital organizacional que atrairá e deverá reter os melhores talentos que criam produtos e serviços inovadores, eficientes e sustentáveis.

O RH tem um papel fundamental. Nas organizações mais modernas o RH tem a responsabilidade de “business partner” para garantir que o capital humano e organizacional esteja alinhado com os desafios estratégicos da empresa. Portanto deverá:

  1. Descrever, detalhadamente, os conhecimentos e habilidades exigidos para uma função no sentido de garantir uma gestão e execução seguras

  2. Observar se as competências exigidas para o cargo estão presentes no líder gestor. Por exemplo, comunicação, atenção ao detalhes, disciplina de execução, engajamento construtivo, capacidade de trabalhar em equipe

  3. Obrigatoriamente, teste (teste psicológico) a aderência do profissional aos valores da empresa. Definitivamente não contrate se não houver aderência 

  4. Sempre que possível, peça para o candidato fazer uma apresentação sobre como conduziria um determinado projeto para identificar sua capacidade de racionalizar a concepção e defender conceitos e premissas

  5. Convide o candidato para visitar a empresa e conviver, interagir com outros membros do time afinal, ele terá que ser aceito pelo time

O que significa ser líder ?

O líder é o protagonista, o exemplo a ser seguido. Sua atitude é copiada pela organização, garantindo a propagação dos valores da empresa e dos fundamentos estratégicos.

Sua atitude é copiada pela organização, garantindo a propagação dos valores da empresa e dos fundamentos estratégicos. É uma referência para:

  1. Reforçar a visão e missão da empresa.Todos devem entender o propósito de virem trabalhar todos os dias. 

  2. Paixão, que faz os olhos brilharem e mantém a “faca entre os dentes”. Relembra que o salário é um prêmio pelo desempenho e não uma obrigação da empresa.

  3. Garantir a disciplina nas estratégias, táticas e métricas. Estabelecer um caminho e uma marcha é essencial. Sem um caminho bem definido, qualquer caminho servirá.  

A execução das estratégias só criam valor para a empresa se as táticas correspondentes forem bem conceituadas, articuladas, consensualizadas e principalmente executadas com previsibilidade, austeridade e sem moleza nem “desculpismos”. 

A construção de um time de lideres é uma cultura e não um projeto pontual. Não se cria líderes do dia para noite.

CLIQUE AQUI e leia artigo completo.

Estratégia e Plano de Marketing & Comunicação. Como o Planejamento Estratégico orienta o marketing ?

"O engajamento com cada Persona via personalização da oferta de conteúdo relevante é o desafio a ser perseguido pelo marketing".

Construir e publicar sistematicamente conteúdos relevantes, especificamente conteúdos que geram conhecimento na fase de pesquisa ( fase que antecede a decisão de compra ) é a única forma de engajar seu público alvo, já que ainda estão pesquisando por soluções e alternativas sobre como resolverão determinado problema que se apresenta. 

Durante essa fase é essencial que sua Marca apareça e contribua como “expert" no processo de aprendizagem do cliente.

Os conteúdos patrocinados por sua empresa a tornam especialista no assunto gerando credibilidade que influência muito na hora da decisão de compra.

Construir ( jamais comprar ) uma base de clientes que lhes deram permissão para enviar um email ou contato será fundamental para eficiência de futuras jornadas de marketing. Monitore a performance de cada jornada individualmente e documente as melhores práticas. 

Verificar se sua empresa já é considerada especialista é fácil - basta você pesquisar no Google pelas palavras chave que a representam. Sua empresa deverá aparecer nas primeiras páginas do resultado da busca orgânica. A indexação orgânica é uma batalha diária que só é vencida publicando sistematicamente conteúdos dez vezes melhores que de seus concorrentes. 

CLIQUE AQUI e leia artigo completo.

Como o Planejamento Estratégico impacta na Construção da Marca

Ao longo do processo contínuo de nutrição gerado por campanhas integradas de vendas e marketing, que transformam prospects em leads qualificados... em clientes formando o funil de vendas, na maioria das vezes o cliente ainda não estará pronto para compra na primeira abordagem. Nessa fase, o cliente ainda está usando o conteúdo gerado por sua empresa para estudar alternativas sobre como resolver determinado problema. 

Uma hora o cliente estará pronto e decidido. Nesse exato momento a Marca entra em ação e deverá aparecer na cabeça do cliente espontaneamente e imediatamente. É o chamado short list.

“ O principal objetivo do Planejamento Estratégico é construir uma marca que vende. A marca é o principal ativo de uma empresa.

CLIQUE AQUI e leia artigo completo.

Qual a fórmula de sucesso para elaboração do Planejamento Estratégico eficaz ?

“O gestor eficiente é aquele que executa no presente, ao mesmo tempo que constrói novas competências para o futuro da empresa expressada na sua visão."

O fundamento central do planejamento estratégico passa por estabelecer um caminho que se inicia na Visão e vai se desdobrando pela Missão, Objetivos, Estratégias e finalmente Táticas com Métricas que monitoram seu progresso. 

O segredo está na simplicidade. O planejamento estratégico para funcionar, deverá ser comunicado de forma compreensível para todos os níveis da organização. Seu conteúdo deverá inspirar seus líderes e liderados. O pensamento estratégico que antecede a fase de planejamento deverá ser conduzido em profundidade analítica sobre cada tema. Para um bom diagnóstico, o desafio é ter certeza sobre qual o problema a ser resolvido e seu impacto na organização. 

O Planejamento Estratégico define quais escolhas e principalmente as NÃO ESCOLHAS, que são aquelas que geram apenas desculpas e distrações.  Uma vez iniciado o processo e alcançado um ritmo de execução disciplinado, não é mais tolerável a falta de atenção aos detalhes. 

CLIQUE AQUI e leia artigo completo.

---------------------------------------------------> Your SEO optimized title page contents