Internet Marketing

As ferramentas e táticas utilizadas no processo de construção da Marca através de um plano de marketing e comunicação evoluíram de acordo com o comportamento das diversas audiências que agora são 100% móveis e conectadas por Smartphones, Tablets e Ultrabooks. 

Antes, a empresa é quem saia atrás do cliente investindo em planos de marketing e comunicação milionários onde a mídia tinha que ser paga adiantada e as campanhas não podiam sofrer nenhuma alteração no conceito criativo. 

Hoje, o público alvo grupado por afinidade através de redes sociais é quem - curte - a empresa de acordo com a relevância do conteúdo que produz e compartilha - content marketing -  A mídia, é remunerada conforme seu desempenho e as campanhas podem sofrer alterações e refinamentos instantaneamente dependendo da reação ou feedback do público alvo. 

Daqui para frente, a velha escola de comunicação só servirá para ilustrar livros de história e séries vintage de TV como MADMEN. Se seu marketeiro insiste e torrar o dinheiro da sua empresa utilizando velhas táticas com agências da velha guarda, livre-se dos dois.

 

Estratégia Digital - passo a passo  

 

1. Arquitetura do Site 

Para garantir uma presença eficiente na internet, o primeiro passo é definir a arquitetura do site que servirá como um repositório organizado e de fácil acesso para o conteúdo produzido pela sua empresa. O conteúdo deverá ser relevante para seu público alvo.

Na fase de design, privilegie sempre a funcionalidade e objetividade versus o perigoso e ineficiente “rococó” artístico promovido pela velha escola de comunicação. Antes de pensar no layout ou seja, nas fotos, cores e tipografia, foque na arquitetura da informação para garantir que a experiência do cliente quando navega pelo seu site, seja simples e eficiente.

O marketing digital - content marketing - exige que a informação relevante para o cliente esteja a - 1 click - da sua home page.

Cada área da tela do computador do seu cliente é considerada como - campo visual -  e deve ser pensada e priorizada conforme as necessidades e demandas previamente identificadas através do feedback do próprio cliente.

Existem ferramentas como GoogleAnalytics por exemplo que mostram onde seus clientes estão clicando e portanto, auxiliam na organização identificando quais conteúdos deverão ser destacados. Veja no exemplo abaixo : cada cor, representa um percentual de acesso.

Mantenha um visual limpo evitando o "entulhamento" de informações desnecessárias e cheia de banners com efeitos especiais.  Promova o conteúdo que deverá ser dinâmico e estimule a interatividade.  

O esquema abaixo ajuda a identificar qual o quadrante que seu site se encontra. Lembre-se que o único objetivo é aumentar a interatividade e a relevância do conteúdo, buscando o engajamento com seu público.

lembre-se. você pode baixar gratuitamente todos os templates da brandME para montar seu próprio plano de negócios e tirar suas dúvidas pelo facebook. Clique aqui para fazer o download: http://www.brandme.com.br/download-template

Para o cliente, seu site deve ser entendido como uma “área de aterrissagem” – landing page – que servirá para todas as suas campanhas de comunicação. A presença na web promovida por sua empresa, deverá entreter seu público com diversidade de informações e formatos. Ou seja, fotos, vídeos, pesquisas, esquemas, palestras, etc. 

O aprendizado sobre SUA MARCA, não é mais promovido através de uma leitura linear mas sim, por diferentes conteúdos multimídias organizados que ilustram de forma compreensível o posicionamento da sua empresa.

BRANDING

O visual deve seguir uma identidade respeitando as diretrizes da marca que contemplam padrões de imagens, pantone, uso do logo, tipografia etc.

Se sua empresa não tem um guia de estilo que orienta a utilização e aplicação da marca, não se preocupe. Naturalmente, seu cliente já esta desorientado e não consegue entendera confusão promovida por suas campanhas de marketing e comunicação. Uma acompanha a mais, ou a menos não faz diferença além do dinheiro que vai para o lixo novamente.

 

2. Publicação do Conteúdo

Nunca construa seu site sobre uma plataforma estática que mantenha sua empresa refém de uma agência ou de programadores.  

Aprenda sobre ferramentas de publicação como Wordpress e  Squarespace, 

Sua empresa precisa de uma ferramenta de publicação de conteúdo multimídia que seja dinâmica e flexível. 

O mesmo racional se aplica para seu Comércio Eletrônico. Aprenda sobre Magento e Prestashop, por exemplo, antes de contratar uma plataforma difícil de gerenciar e agregar novas funcionalidades.

As ferramentas de publicação - publishing tools - como Squarespace ou Wordpress,  promovem ambos:

  1. A simplicidade e funcionalidade no design
  2. Principalmente, a flexibilidade na publicação de conteúdo multimidia ou seja, fotos, vídeos, slides, etc. Tudo isso no estilo DIY - "do it yourself " - sem a dependência de uma agência

Essas ferramentas de publicação, permitem também :

  1. Interface com redes sociais
  2. Social-commerce
  3. Integração de plug-ins
  4. Otimização via SEO – search engine optimization
  5. Suporte aos formatos IOS e Android

Um exemplo - www.brandme.com.br

O site da brandME é um eBook. Foi construido utilizando Squarespace e utiliza grande variedade de recursos multimídia oferecidos pela ferramenta que custa US$ 8,00 ( oito dólares ) por mês.  

Outro Exemplo - www.gogeek.com.br  Foi contruido sobre uma plataforma chamada Magento. Existem milhares de plug-ins que se integram na plataforma melhorando a experiência do cliente e a funcionalidade geral da Loja.

 

3. Engajamento com público alvo

O principal benefício da utilização de redes sociais na estratégia de comunicação da sua Marca,  é estabelecer relacionamento - engajamento -  com seu público alvo que responde com elogios e criticas. 

Vale lembrar que sua empresa, como protagonista do relacionamento com o cliente, deve oferecer conteúdo relevante com qualidade impecável e credibilidade inquestionável.   

Entre as várias ferramentas de redes sociais como o Facebook, por exemplo, que possibilita através da geração automática de um código que com um simples "copy & paste" no seu site você começará a receber perguntas e, instantaneamente, também poderá respondê-las oferecendo uma experiência fantástica para o cliente.

CLIQUE PARA EXPANDIR

Na imagem ao lado, no canto superior esquerdo, você verifica o número de interações com clientes, Na prática, isso significa que você não precisa mais investir em sofisticadas e caras pesquisas de mercado para identificar os FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO !

Quando sua empresa promove esse tipo de experiência, o cliente normalmente agradece, elogia e recomenda seu site. Na prática, isso é tudo que sua empresa precisa para conquistar credibilidade que também é essencial para o sucesso do eCommerce da sua empresa.

Outro fator de sucesso é a agilidade e precisão no atendimento. É importante documentar as principais perguntas e dúvidas relacionado-as com suas respectivas respostas criando uma base de dados - konowledge base - que será útil quando os acessos crescerem juntamente com o número de atendentes no call-center ou televendas. 

 

4. Divulgue seu conteúdo relevante.

Promover sua marca utilizando meios digitais, significa ter como objetivo atrair potenciais clientes - leads - que tenham afinidade com sua empresa. Certifique-se que seus posts e anúncios sejam bem planejados, assertivos e segmentados.

O post ou anúncio deve ser construído como forma de estimular - teaser - sua audiência a clicar no link oferecido para ler, assistir, responder uma pesquisa no site da empresa onde o conteúdo esta completo. 

Você não deve escrever posts longos nas redes sociais. Por definição, a comunicação no meio digital deve ser curta e rápida. Normalmente,  a chamada - call to action - vem antes da explicação da campanha. 

Existem algumas dicas sobre como conversar com sua audiência.  

  1. Normalmente o linkedin, google+, facebook e twitter  podem ser gerenciados por uma única plataforma que permite monitorar seu desempenho individual conforme o investimento por campanha.  
  2. Nunca use um formato padrão de post por muito tempo. Mude as cores, o layout para que seu post não se transforme em paisagem. Teste também vários formatos de anúncio com - call to action - diferentes.  Lembre-se que sua empresa esta disputando espaço com milhões de bobagens típicas das mídias sociais e redes sociais.   
  1. Utilize vários tipos de mídias e conteúdos. Ou seja, vídeos, esquemas, posts, pesquisas, ofertas de produto, sorteios etc.

Cada empresa tem uma dinâmica. Portanto, você deve experimentar até encontrar a fórmula ou o balanço correto entre o aumento do número de seguidores e o nível de engajamento.

Para saber se suas campanhas estão tendo sucesso observe não somente o número de "curtir" mas, principalmente o número de compartilhamentos. O objetivo do marketing com foco em conteúdo relevante é o ENGAJAMENTO com seu público alvo. 

Na prática, as ferramentas de redes social oferecem a possibilidade de sua campanha propagar-se por várias redes sociais, ou seja dos amigos, dos amigos de seus amigos que curtiram sua página.

Mesmo em cascata, esse efeito preserva a afinidade com o público alvo com baixa dispersão. O conteúdo só será relevante para grupos específicos que vão [ curtir, clicar e compartilhar ]   apenas se, realmente, se interessarem em continuar recebendo seu conteúdo através de seus posts.

Nunca invista seu dinheiro comprando audiência ou comprando "curtir" através de sorteios de qualquer natureza. Essa tática mascara o real propósito da sua rede social que é atrair apenas quem tem interesse por seu conteúdo.  Mesmo que seus seguidores cresçam devagar, mantenha a coerência na oferta de conteúdo. Se mesmo assim não crescerem, é porque a característica da sua empresa não permite a geração de conteúdo relevante para sua audiência. 

 

5. Promova seu produto  

Com as ferramentas amigáveis do Google adWords, Facebook e Linkedin, por exemplo, você mesmo pode elaborar seus anúncios e promover, ora o conteúdo, ora os produtos e serviços da sua empresa.

Um dos grandes benefícios dessas ferramentas é sua capacidade de segmentação. Conforme você vai refinando os filtros, a própria ferramenta informa número de pessoas por região que serão impactadas pela campanha. 

Se tiver dúvidas sobre como fazer, existem vários vídeos gratuitos no Youtube que explicam passo a passo o processo. É muito simples, vale a pena tentar !

Alguns conceitos que você deve observar 

  1. Você paga apenas quanto um interessado clica no seu anúncio. Essa modalidade chama-se CPC ( custo por clique ). Dessa forma todos os interessados que acessam sua empresa ou seu site são qualificados, ou seja se interessaram pelo seu anúncio e podem transformar-se em clientes.   
  2. Os anúncios são segmentados de várias formas. Você pode escolher a região e o raio que deseja que seu anúncio apareça. Exemplo 50Km de São José do Rio Preto. Você ainda  escolhe idade, escolaridade, sexo,  assuntos específicos, horário que deseja mostrar seus anúncios.

O desafio é sempre balancear seus investimentos entre:

  1. aquisição de novos membros para sua rede
  2. engajamento, oferecendo conteúdo relevante
  3. conversão de vendas, promovendo algum produto ou serviço para sua rede

Existe uma outra ferramenta com foco exclusivo em vendas. Estude também buscadores de preço como Buscapé, Shopping UOL e Google shopping que são alternativas eficientes e baratas. 

O comportamento de compra através de eCommerce já esta definida. Segue um procedimento padrão comum a grande maioria dos compradores.

Seu cliente:  

  1. Pesquisa o produto que quer comprar no site do fabricante ou através do mecanismo de busca do Google. No Youtube, existem vários vídeos que permitem uma verdadeira degustação do produto ou serviço.
  2. Pesquisa disponibilidade de estoque e menor preço através dos tradicionais buscadores de preço como Buscapé e GoogleShopping
  3. Decide pela compra pelo menor preço oferecido por um eCommrece que tenha boa reputação. A reputação pode ser pesquisada em blogs ou através de certificações como eBit. 

As campanhas devem ter como objetivo a conversão em vendas. 

Em sites de busca ( ex: Google ), você pode atingir seu público alvo de duas formas.

  1. Selecionando as palavras chaves que possuem melhor aderência com seu produto e competir pelas primeiras posições no resultado da busca incrementando o valor pago pela palavra via Google Adwords.
  2. Escolhendo “redes de conteúdo” ou seja, forçando seu anúncio a aparecer em sites e blogs que tem afinidade com seu produto e/ou público.
marketing.png

Não há necessidade de contratar uma de agência para operar esta ferramenta. Gerente de marketing digital ou Chefe de mídia social certamente NÃO será uma profissão no futuro.  

Campanhas em Buscadores de Preço ( ex: Buscapé ) são uma excelente alternativa. O Buscapé tem como característica apontar seu público alvo na direção do carrinho de compras da sua empresa. Quem se utiliza do Buscapé para comprar pela internet já decidiu o produto, a marca, e está a procura de disponibilidade de estoque e menor preço. O Buscapé é uma das ferramentas mais eficientes para campanhas que buscam como métrica a conversão em vendas.

 

6. Retorno sobre Investimento.

Antes de medir o retorno, entenda e defina qual será objetivo da campanha. São três as alternativas possíveis :

  1. Conquistar novos seguidores
  2. Engajar seus seguidores através de conteúdo relevante
  3. Conversão em vendas 

As campanhas digitais podem ser mesuradas de forma tangível monitorando, ao vivo, o comportamento do público alvo. Os investimentos podem ser calibrados ou simplesmente parados imediatamente dependendo da resposta da campanha.

Você pode definir, monitorar e refinar  

  1. Perfil da audiência
  2. Região de maior concentração demográfica  
  3. Cobertura- total -  da campanha
  4. Cobertura- paga - da campanha
  5. Eficiência da campanha considerando
  • novos seguidores
  • engajamento  
  • conversão em vendas

       6. ROI

  • R$ por novo seguidor
  • R$ por venda
  • Percentual de Conversão versus Receita

Os gráficos abaixo foram extraídos do Google Analytics que monitora a campanha ao vivo e permite refinar seus parâmetros para maximizar os resultados.

Em resumo

  1. Considere seu site como um repositório de conteúdo relevante
  2. Use os - plugins -  oferecidos pelas ferramentas de redes sociais para promover o diálogo com cliente
  3. Capriche nos posts. Garanta que está sendo relevante
  4. Promova seu conteúdo de forma segmentada e regionalizada. Nunca compre sua audiência com sorteios. Sua meta é o engajamento
  5. Monitore suas campanhas
  6. Finalmente, promova a venda de seus produtos e serviços

Se sua empresa vende por eCommerce conheça 5 dicas práticas que podem fazer a diferença

  1. Após a compra, ligue e agradeça seu cliente. Inclua essa rotina no - call center.  
  2. Faça um upgrade no frete. Mesmo que o cliente compre com frete normal, entregue por exemplo, via SEDEX
  3. Inclua algo gratuito no pacote.  
  4. Escreva alguns recados a mão para seus clientes e coloque na caixa. Agradeça, coloque-se a disposição juntamente com seu telefone.
  5. Ofereça um cupom de descontos para ser utilizado na próxima compra.   
Link
--------------------------------------------------->