5. Opções Estratégicas


A metodologia, que se utiliza na matriz SWOT para orientar o diagnóstico da empresa, é a mais segura pois possibilita uma justaposição, uma comparação entre duas perspectivas:

  1. As forças e fraquezas da empresa
  2. As oportunidades e ameaças do mercado

Na prática, a metodologia ajuda na identificação e seleção das “armas” conforme seus respectivos “calibres” e “alcance”, que serão utilizadas nas “batalhas” que a empresa decidiu empreender. Conforme o tipo de batalha, a empresa deverá customizar seu arsenal para maximizar suas chances de sucesso.

Os temas ou disciplinas que devem ser analisados são comuns na operação de qualquer empresa, independente dotamanho ou segmento de mercado que atua. 

Portanto, se você decidir utilizar como referência os tópicos listados no modelo proposto a seguir, poderá concentrar-se em refletir sobre cada tópico de forma consciente. Faça uma análise factual sobre suas reais forças, que exigem manutenção constante e também sobre suas reais fraquezas, que exigem intervenções imediatas e ajustes dependendo da gravidade. 

Reflita de forma consciente e factual sobre essa breve lista. Em caso de dúvidas, seja objetivo e procure evidências que fundamentam as respostas sejam positivas ou negativas.

  1. Qual o nível de satisfação dos clientes com sua Marca? 
  2. Quais os Fatores Críticos de Sucesso que mais impactam o crescimento da empresa? Quais os Fatores Críticos de Sucesso que mais impactam na satisfação dos clientes? 
  3. Como sua Marca está posicionada comparativamente a seus concorrentes? Está posicionada por preço ou por algum diferencial competitivo percebido pelo cliente? 
  4. Seu time de Marketing e Vendas tem uma estratégia integrada? 
  5. Seu time de Marketing e Comunicação está preparado para entreter e atender o cliente constantemente conectado na busca por conteúdo relevante em sites de busca, blogs específicos, eCommerce e redes sociais? 
  6. Seu time de Vendas vende? Ou é apenas comprado pelos clientes?  
  7. A Gestão Financeira da sua empresa tem austeridade orçamentária e de fluxo de caixa
  8. A estrutura do capital de giro da sua operação comporta sua taxa de crescimento e lucro almejados?
  9. Como está a evolução do portfólio de produtos e serviços da sua empresa? Seu portfólio está aumentando de valor ou deteriorando?
  10. Como sua empresa aplica inovação na oferta de produtos e serviços para clientes? 
  11. Como TI está sendo aplicado no negócio? Como está sendo aplicado para gestão da informação? E para gerar inteligência competitiva? 
  12. Como seus colaboradores estão preparados tendo em vista os novos desafios impostos pelo mercado? Seus líderes estão prontos para propor cenários alternativos e principalmente conduzir seus colaboradores pelo processo de execução promovendo uma atitude construtiva? 
  13. Como sua empresa está organizada para trabalhar em conjunto como uma organização? Seus processos, procedimentos e rotinas estão documentados com metas e métricas?  
  14. Por último. Sua empresa tem orientação estratégica?

 

    BAIXE GRATUITAMENTE OS TEMPLATES DA BRANDME PARA MONTAR SEU PLANO DE NEGÓCIOS . CLIQUE AQUI PARA DOWNLOAD

    .

    As Oportunidades

    Utilizando a mesma metodologia e ferramenta, a empresa deve observar o mercado. Estudar, analisar e principalmente quantificar as oportunidades de forma fatual através de fontes seguras que podem ser: pesquisas setoriais, pesquisas contratada pela associação que representa o segmento de mercado no qual sua empresa atua, pesquisas feitas por publicações especializadas, pesquisas elaboradas por órgãos específicos do governo e, se você conseguir, pesquisas feitas pelos seus concorrentes. 

    Sua empresa também pode investir em pesquisa de mercado desde que contrate um instituto de pesquisa experiente. 

    Além do desafio de quantificar o mercado total, o principal desafio é entender o tamanho do mercado disponível para sua empresa. Ou seja, aquela fatia que empresa deverá focar e se preparar para atacar de forma eficiente na busca por aumento na penetração ou na conquista caso seja um novo mercado.

     

    QUANTO MAIOR O FOCO, MENOR A DISPERSÃO DE RECURSOS E, PORTANTO, MAIOR A PROBABILIDADE DE SUCESSO. 

     

    O mercado disponível normalmente é uma fração do mercado total. Vale a pena também se aprofundar mais para descobrir nichos e segmentos específicos que sua empresa poderá ter como foco o domínio.

    Os recursos humanos e financeiros sempre são limitados para qualquer tipo ou tamanho de empresa. Lembre-se que um investimento significa tirar dinheiro do bolso dos sócios ou acionistas. 

    Empreender significa certificar-se que as chances de sucesso estão bem mapeadas, qualificadas e quantificadas e os riscos, mitigados e bem informados.

    As ameaças devem ser continuamente mapeadas. Devem também ser documentadas, monitoradas e reportadas regularmente para que ações de manutenção sejam tomadas de forma preventiva, para proteger a empresa e garantir sua perpetuação.

     

    EMPREENDER SIGNIFICA CERTIFICAR-SE QUE AS CHANCES DE SUCESSO ESTÃO BEM MAPEADAS, QUALIFICADAS E QUANTIFICADAS E OS RISCOS, MITIGADOS E BEM INFORMADOS.

     

    As 5 forças de Porter servem como metodologia eficaz. O modelo auxilia na compreensão das possíveis naturezas das ameaças. Bem informado, o empreendedor poderá investir seus recursos de forma mais segura maximizando suas chances de retorno sobre investimento (ROI).

     

    As ameaças podem representar um simples alerta OU uma ruptura no mercado DE NEGÓCIO ONDE SUA EMPRESA ESTÁ INSERIDA. NESSE ÚLTIMO CASO, PODE exterminar sua empresa antes que tenha tempo para adaptar-se.

     

    A definição das opções estratégicas podem ser de quatro naturezas conforme uma combinação da análise SWOT.

     

    1. Estratégia Agressiva 

    Quando suas forças são compatíveis com as oportunidade de mercado identificadas. 

    Se sua empresa tem um conjunto de forças reais que seus clientes, parceiros e fornecedores as reconhecem de forma inquestionável e, ao mesmo tempo, foi identificada uma oportunidade de mercado é hora de empreender de forma agressiva. Portanto, agrupe todo seu “arsenal de forças”, seus melhores líderes, investimentos, tempo, recursos e coloque absoluto foco na execução precisa, previsível e disciplinada desse grupo de estratégias.  

     

    2. ESTRATÉGIA DE MANUTENÇÃO

    Necessária quando suas forças poderão ser reduzidas ou neutralizadas por ameaças 

    A exigência ou obrigatoriedade da existência de um plano estratégico justifica-se pela manutenção preventiva das competências adquiridas pela empresa ao longo da sua história. 

    Se seu gestor não tem um plano, livre-se dele antes que ele coloque sua empresa em risco.

     

    3. Estratégia de Ajuste

    São necessárias quando a empresa observa uma oportunidade no mercado mas não tem capacidade para empreender. Pode ser por falta de capacidade produtiva, de recursos financeiros, de talento humano, entre outros. 

    A reciclagem do talento humano é fundamental e deve ser feita anualmente através de uma avaliação de resultados formal. 

    Aquisições de empresas são uma boa alternativa quando a empresa pretende entrar rapidamente num novo mercado. Normalmente, as aquisições já vem com a carteira de clientes, contratos de longo prazo e receitas recorrentes.

     

    4. Estratégia de Sobrevivência 

    São necessárias quando a empresa tem uma fraqueza e deverá uma ameaça previamente identificada. É muito difícil recuperar uma empresa que não soube se preparar para uma situação como esta, e que invariavelmente aparecerá em algum momento da vida da empresa. 

    Os gestores que deixaram a empresa seguir na direção do abismo, são os mesmos que tentarão, inutilmente, recuperá-la, portanto, o fim do filme é previsível. 

    Uma intervenção externa é uma boa decisão. Existem empresas, consultorias, especializadas em recuperação de empresas em dificuldade como insolvência. por exemplo que é o caso mais comum. Essas consultorias ajudam mas não fazem milagres. O ideal é não permitir que sua empresa chegue nesse estágio de deterioração.

    A DEFINIÇÃO DAS OPÇÕES ESTRATÉGICAS É UM EXERCÍCIO DE PRIORIZAÇÃO. AS NÃO ESCOLHAS SÃO TÃO IMPORTANTES QUANTO AS ESCOLHAS.


    --------------------------------------------------->