Identificar fontes de receita

O futuro do seu concorrente a Deus pertence. Não o da sua empresa !

As fontes de receita já reconhecidas na empresa devem servir como base, ou como referência, na priorização para alocação de recursos e investimentos em projetos estratégicos identificados durante o processo do planejamento estratégico e orçamentário da empresa.

As características dessas receitas podem ser de várias naturezas. As mais comuns são as “receitas recorrentes” e as “novas fontes de receita” provenientes de novos produtos ou novos mercados, por exemplo.

lembre-se. você pode baixar gratuitamente todos os templates da brandME para montar seu próprio plano de negócios e tirar suas dúvidas pelo facebook. Clique aqui para fazer o download: http://www.brandme.com.br/download-template

lembre-se. você pode baixar gratuitamente todos os templates da brandME para montar seu próprio plano de negócios e tirar suas dúvidas pelo facebook. Clique aqui para fazer o download: http://www.brandme.com.br/download-template

Todas as fontes são igualmente importantes na composição do faturamento geral almejado. No entanto, cada uma merece atenção e ação específica de acordo com a característica do ciclo de venda correspondente.

Durante a fase de decisão sobre quais projetos estratégicos engajar e investir, é essencial não perder de vista a objetividade. Lembre-se que a finalidade de qualquer negócio privado deve ser única e exclusivamente o lucro para o acionista. Outros temas como, bem estar dos colaboradores, social, ambiental, etc, dependem da capacidade da empresa em gerar lucro. 

Não é a animação de um marqueteiro recém formado, de um sindicalista barulhento, do ambientalista repetitivo, ou um engenheiro de produto que vive do purismo acadêmico, que determinam o lucro de uma empresa. O equilíbrio está num tripé determinado, nessa ordem, pelos objetivos econômicos, sociais e ambientais – o “triple bottom line”

O sucesso da empresa está na sua capacidade de ter iniciativas, com respectivas “acabativas”.

No caso da empresa não ter um orçamento definido para o ano fiscal, ótimo. Qualquer iniciativa, de qualquer natureza, com ou sem “acabativa” servirá.

Algumas empresas ainda acreditam na intuição. Desta forma, com sorte sua empresa cresce. Sem sorte, que é o mais provável que aconteça, a empresa desaparece e o concorrente agradece!

Se sua empresa está naquele seleto grupo que planeja o destino, então deve concentrar-se primeiramente nas fontes de receita que tem a melhor chance de materialização.

Por exemplo, existem vendas que são recorrentes, vindas daqueles clientes que você já conhece, estão satisfeitos e que mantém o hábito de comprar regularmente seus produtos.

As outras fontes de receita, as mais trabalhosas, que dependem de um ciclo de venda mais longo para a efetivação da transação, não deverão ser ignoradas nem negligenciadas.

Para cumprir os objetivos de crescimento no faturamento sua empresa deverá ter obrigatoriamente projetos estratégicos específicos para:

  1. Aquisições - nova fonte de receita    
  2. Conquistar novos clientes-  nova fonte de receita
  3. Manter clientes existentes-  fonte recorrente
  4. Vender mais para os clientes ativos-  fonte recorrente
  5. Conquistar novos mercados-  nova fonte de receita
  6. Introduzir novos produtos-  nova fonte de receita
  7. Desenvolver novos canais de vendas-  nova fonte de receita

Se você não encontrar declarado no seu plano estratégico programas que referenciem os itens 1 a 7 listados acima, pare tudo!

Definitivamente - certamente - você está executando contra um plano que não privilegia o resultado.

Como consequência, o plano vai perder credibilidade e apoio e a chance do plano virar mais um conjunto de “Power Point” esquecido numa gaveta qualquer é muito grande.

Não permita que isso aconteça. Se acontecer, será um verdadeiro (des)serviço para a perpetuação da empresa , seja ela sua, ou seja você apenas o gestor responsável.

--------------------------------------------------->